PolíciaNotícias

Inema e CIPPA realizam resgate de aves silvestres em Camamu

Foto: Divulgação

Em uma ação coordenada pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), formada pela equipe de técnicos da Unidade Regional de Ilhéus e Salvador, com o apoio da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA), 14 animais silvestres foram resgatados, nesta quinta-feira (25), na comunidade de Laranjeiras, na cidade de Camamu. As aves, capturadas e mantidas ilegalmente em cativeiro, incluem, as espécies de curiós, pássaro-preto, coleira, bigode, canários da terra, caboclinhos e papagaios. Os papagaios, em particular, apresentaram sinais claros de maus-tratos, com as asas cortadas e condições inadequadas de cativeiro, incluindo gaiolas impróprias e manejo alimentar errôneo. Um dos papagaios exibe comportamento de imprinting, um sinal preocupante de interação humana excessiva e prejudicial. Após o resgate, as aves foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), do município de Cruz das Almas, onde passarão por avaliação médica e cuidados especializados. O objetivo é reabilitá-las para, se possível, retornarem ao seu habitat natural. O Inema e a CIPPA, continuam vigilantes e atuantes na região, combatendo crimes ambientais e trabalhando pela conservação da vida selvagem. A população local é incentivada a denunciar atividades suspeitas de tráfico de animais e a contribuir para a proteção do meio ambiente. A caça predatória, o tráfico e a criação ilegal de animais silvestres, configuram crimes ambientais previstos na Lei nº 9.605/98 (Crimes Ambientais). Presenciou algum crime ambiental? Denuncie! Basta acionar o Disque Denúncia do Inema, através do número: 0800 071 1400 ou e-mail denuncia@inema.ba.gov.br. Sua identidade será preservada e, em caso de necessidade, a denúncia também pode ser realizada anonimamente.

Enviar: