JustiçaNotícias

Mendonça vota contra decisão de Moraes sobre aborto legal

Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF) votou, na sexta-feira (31) contra a suspensão de uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que dificulta o aborto em gestação resultante de violência sexual. Mendonça disse não ter visto nenhuma irregularidade  na implementação da norma que veda o uso da técnica denominada assistolia fetal para a interrupção da gravidez após 22 semanas em casos de estupro. Para o magistrado, a resolução aborda a definição de diretrizes sobre um procedimento de “caráter técnico”. Seu voto foi feito durante plenário virtual da Corte que visa analisar a decisão do relator, Alexandre de Moraes, que suspendeu a resolução do CFM em 17 de maio, em decisão provisória. Ele proibia os médicos de realizarem o procedimento que utiliza medicamentos para interromper os batimentos cardíacos do feto antes da sua efetiva retirada do útero.

Enviar: