PolíciaNotícias

Em um intervalo de 2 horas, PRF recupera três motocicletas no interior da Bahia

Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia recuperou, na última terça-feira (09), três veículos com registro de furto/roubo. As ocorrências aconteceram em trechos da BR 116, em Poções, na região sudoeste do estado. A primeira ação ocorreu por volta das 8h00, quando os policiais abordaram uma moto de cor vermelha, na área externa de um posto de combustível, localizado às margens da rodovia (Km 755). Após fiscalização minuciosa na motocicleta, os Policiais constataram que o veículo estava com o motor e chassi adulterados. O responsável pela moto, relatou não ter conhecimento das irregularidades e acrescentou que comprou o veículo por 6.500 reais há cerca de 2 anos em um aplicativo da internet. Ele foi detido, encaminhado à Polícia Civil e apresentado a autoridade policial responsável pela investigação e demais procedimentos. Já por volta das 9h00, quando a equipe retornava da delegacia após o primeiro flagrante, resolveu vistoriar uma motocicleta Honda/CG 125, emplacada em São Paulo. Ao realizar fiscalização detalhada, a equipe verificou que o veículo estava com a placa clonada e na verdade a motocicleta possuía ‘queixa’ de furto, registrada em maio de 2019, na cidade de Betim (MG). Uma mulher de 22 anos, foi identificada como responsável pela moto. Ela disse que adquiriu a motocicleta na cidade de Planalto e que pagou o valor de 4.500 reais. Ela foi encaminhada à Polícia Civil e responderá pelo crime de receptação, previsto no art. 180 do Código Penal. Por último, por volta das 11h00, os policiais abordaram uma Honda/NXR 150 BROS. Foi feita uma vistoria detalhada na moto e os PRFs acabaram descobrindo que a BROS possuía registro de furto, conforme ocorrência um BO registrado na cidade de Indaial (SC), em agosto/2022. Questionado, o condutor afirmou que adquiriu a moto mediante a troca em outra motocicleta e que o negócio foi feito há cerca de 1 ano. Em seguida, o homem foi apresentado na Delegacia de Polícia Judiciária pelo crime de furto (art. 155) do Código Penal Brasileiro.

Enviar: