JustiçaNotícias

Após fuga em Mossoró, Ministério da Justiça vai fornecer até dez mil câmeras para segurança em presídios

Foto: Divulgação/Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

O Ministério da Justiça e Segurança Pública realizará um processo de licitação com o objetivo de fornecer cerca de 10 mil câmeras para aprimorar a segurança nas unidades prisionais federais. Os equipamentos serão destinados aos estados interessados em substituir suas câmeras com defeito por novas. As informações são do Metro 1. A ação surge após a fuga de dois detentos do presídio de segurança máxima de Mossoró (RN), no último dia 14. A primeira fuga já registrada no sistema penitenciário federal brasileiro. A pasta já havia determinado o reforço da segurança em presídios. As ações incluem a substituição das câmeras inoperantes, estruturar a iluminação e realizar revistas diariamente em todas as celas. Após o episódio em Mossoró, investigadores notaram que algumas câmeras estavam sem funcionar e a iluminação não alcançava a todos os lugares.  Apenas uma câmera, com imagem pouco nítida, foi capaz de registrar o momento da evasão. 

Enviar: