O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, têm cinco dias para prestar informações ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o recebimento de doses de vacinas para Covid-19. De acordo com o Bnews, os ofícios foram enviados aos dois pelo ministro Ricardo Lewandowski. Lewandowski acatou uma ação que foi movida pela Rede Sustentabilidade que solicitou ao tribunal que obrigue o governo a atualizar o calendário de entregas dos imunizantes pelo menos a cada 15 dias. A última atualização foi feita em 19 de março. “Solicitem-se prévias informações ao Presidente da República e ao Ministro de Estado da Saúde, no prazo de 5 (cinco) dias, sobre os pedidos formulados”, escreveu o ministro em despacho nesta terça-feira (20).