Motoristas do transporte alternativo de Jussiape, Brumado, Livramento de Nossa Senhora, Paramirim, Dom Basílio, Rio de Contas, Marcolino Moura, Abaíra, Rio do Pires, Tanque Novo, se reuniram na manhã desta quarta-feira (09) na câmara de vereadores de Livramento, para tratar a respeito de uma adesão da categoria a uma cooperativa de transportes. A reunião deve início às 10h30 com término às 11h15. Mais de 30 profissionais do setor estiveram presentes. 

O Presidente da casa Legislativa Aparecido Lima, o Cidão Acaratu, disse em sua fala que o objetivo dessa adesão é fazer com que a categoria não seja lesada por empresas concorrentes.

O advogado Guto que participou do encontro saudou a todos e fez questão de deixar claro que a cooperativa em que os profissionais serão cadastrados, está em situação completamente regular. Para ele, esse projeto de adesão, fará com que os condutores não sejam por exemplo multados com facilidade em suas rotinas diárias. Além disso poderão participar de licitações e fazer acordo com postos de combustíveis para abastecer de forma mais acessível. Guto disse ainda que estará trabalhando junto a AGERBA e aos órgãos competentes para que os profissionais tenham cada vez mais sua situação legal perante às fiscalizações. 

Como todo setor, os cadastrados terão direitos e deveres. Dentre os deveres estão manter o carro de transporte de pessoas em perfeito estado e a lista de passageiros toda atualizada caso seja parado. Vale ressaltar que a cooperativa não dá direito à exclusividade de linhas, apenas mais autonomia para que os trabalhadores busquem seus direitos e as vantagens já listadas acima. A licença é válida por um ano e fica em torno de R$ 800,00 individualmente para cada motorista que participar. Novas reuniões serão realizadas com os profissionais, contudo, não foi confirmada nenhuma data até o momento.