O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, se reuniu com o deputado que se tornou o mais votado da história do país e pediu apoio para aprovação de projetos que beneficiam o turismo brasileiro

O deputado federal e presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), garantiu que não medirá esforços para a aprovação de projetos que beneficiam o turismo brasileiro. Segundo a Embratur, durante reunião com o presidente do órgão, Gilson Machado Neto, realizada na quarta-feira (02), na Câmara dos Deputados, o parlamentar se comprometeu a apoiar, em especial, a transformação do Instituto em agência, bem como destravar os problemas que impendem o desenvolvimento do turismo no Brasil.

 O presidente da Embratur apresentou os principais pontos de melhoria e ressaltou a necessidade de transformação de autarquia em agência. “A aprovação do projeto de mudança vai possibilitar mais receitas para o Instituto, contaremos com mais poder de articulação internacional, mais engajamento e melhor participação em feiras e eventos no exterior”, defendeu Gilson Machado Neto. “Além disso, teremos uma nova competência de transversalidade com todos os ministérios e demais órgãos, para que haja uma maior interação da Embratur com qualquer outra área que pode desmotivar o fluxo turístico no Brasil”, completou o diretor de Marketing e Relações Públicas do Instituto, Osvaldo Matos de Melo Junior.

 Ainda conforme a assessoria da Embratur, além da questão do projeto de transformação, durante o encontro com o parlamentar, o órgão defendeu outros pontos necessários para a flexibilização da legislação na garantia de investimentos no turismo do país. Os representantes do Instituto apresentaram gargalos do setor de navios de cruzeiros, de resorts e a utilização de terrenos da União para a instalação de empreendimentos, especialmente de empresas internacionais interessadas em investir no Brasil. 

 O deputado Eduardo Bolsonaro prometeu que vai unir esforços para que projetos dessa natureza andem no Congresso. “Farei uma defesa pessoal, pois acredito que o turismo é a grande alavanca de desenvolvimento do Brasil”, disse. Ele acredita que com as pontuais mudanças haverá uma transformação no cenário nacional. Eduardo Bolsonaro destacou, ainda, as tratativas para a instalação de um porto e uma ilha de uma grande companhia que poderá aportar seis navios em processo permanente no Rio de Janeiro.