Após cinco anos, o Departamento de Polícia Técnica de Barreiras conseguiu comprovar que o resultado de DNA de uma ossada encontrada em novembro de 2014 nas proximidades da BR-135 é do autônomo Reginaldo Alves Nogueira, natural de Riachão das Neves. Apesar dos restos mortais possuírem características da vítima, a identificação só seria possível através da coleta de amostras para execução do exame DNA, que foi realizado em laboratório do Departamento de Polícia Técnica, em Salvador-BA, e finalmente conseguiu comprovar a ligação com os restos mortais. Como a irmã de Reginaldo foi quem solicitou o exame, apenas ela consegue fazer a liberação dos restos mortais para sepultamento.