Após o ex-prefeito de Salvador e pré-candidato ao Governo da Bahia ACM Neto dizer que construir escolas é torrar dinheiro, o concorrente dele ao palácio de Ondina pelo PT, Jerônimo Rodrigues rebateu o opositor. O posicionamento do ex-prefeito sobre os investimentos feitos pelo Estado da Bahia na educação foi durante entrevista no sul do estado, no último sábado (14). "Será que ele pensa que estudante de escola pública não merece estudar em uma escola de qualidade, ampla, moderna? Não dá para ficar desrespeitando o esforço dos nossos estudantes, que passam com notas belíssimas nas provas do Enem, que passam em vestibulares, em concursos", disparou Jerônimo.  "Dizer que construir escola é torrar dinheiro é de uma pequenez, de quem não está à altura para fazer política. Primeiro, ele deveria fazer uma avaliação de quantas creches ele construiu em Salvador quando foi prefeito. Nenhuma. E por que é que a Prefeitura de Salvador, que ele administrou por dois mandatos, não assumiu a responsabilidade com o Ensino Fundamental? São 70 mil estudantes de Salvador sob a responsabilidade do Estado, que por lei, deveria ser do Município", acrescentou Jerônimo, em Guanambi, em entrevista à imprensa após a plenária do Programa de Governo Participativo (PGP), neste domingo (15), no Território de Identidade do Sertão Produtivo.