O ministro da Justiça Sérgio Moro afirmou hoje (19) que o pacote anticrime e anticorrupção, que vai ser apresentado ao Congresso nesta tarde, não atrapalha o andamento da reforma da Previdência, que deve ser encaminhada amanhã (20). "No fundo, na minha opinião, uma reforça a outra porque todas elas caminham no sentido de trazer ao país melhor ambiente econômico e na qualidade de vida das pessoas", afirmou Moro. A tramitação simultânea do pacote de Moro com a PEC das aposentadorias já era questionada pelos líderes de partidos na Câmaras, que alegam que o governo deveria escolher qual é a prioridade. Os interlocutores do Palácio do Planalto no Congresso não acreditam que uma medida irá prejudicar a tramitação da outra.