Outros assuntos

Hemoba divulga orientações para doação durante aumento de casos de dengue

Foto: EBC

Diante do aumento dos casos de dengue na Bahia, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) divulgou um guia para candidatos à doação, doadores (pós-doação) e pacientes com doenças benignas do sangue. De acordo com órgão, o objetivo é orientar sobre o prazo para doação de sangue após a recuperação completa de voluntários que contraíram algumas das arboviroses (dengue, zika e chikungunya). As medidas preventivas visam proteger pacientes com doenças benignas do sangue, como a doença falciforme, contra infecções por dengue, além de orientar a conduta transfusional em casos de dengue nas redes de saúde pública e hospitais.  Além disso, a fundação está com estoque crítico de sangue. “O estoque crítico que temos no momento não é exclusivamente por baixa coleta. Pelo contrário, nós estamos tendo um número razoável de coletas, mas há um consumo muito elevado de hemocomponentes. Mas estamos preocupados porque frente a epidemiologia da dengue, a gente poderá ter um número maior de inaptidão, e em caso de uma crise epidêmica maior, pode haver o aumento do consumo”, alerta Luiz Catto, diretor geral da Hemoba. Siga as orientações a seguir: Em caso de dengue: 30 dias após recuperação completa; dengue hemorrágica após 6 meses. Zika: 30 dias após recuperação completa; e chikungunya – 30 dias após recuperação. Informações Metro 1.

Enviar: